Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Produção Nacional Faz Bem

Apoiar a produção nacional nas diversas areas possibilita melhorar o nosso nível de vida, basta cada um de nós fazer a sua parte

Produção Nacional Faz Bem

Apoiar a produção nacional nas diversas areas possibilita melhorar o nosso nível de vida, basta cada um de nós fazer a sua parte

11.Mar.18

A Couto já não é apenas Pasta Dentífrica...são várias as novidades!!!

Resultado de imagem para novidades pasta couto
 
A história da Pasta Couto começou na cidade do Porto em 1918, na empresa com o nome de Flôres e Couto, que perdurou até 1931 altura em que passou a denominar-se Couto, Lda., passando a sua administração a ser da exclusiva responsabilidade do Sr. Alberto Ferreira do Couto que criou, com a colaboração de um amigo dentista, a “Pasta Medicinal Couto" com o objetivo de combater os problemas nas gengivas que eram provocados pela sífilis. E é assim que a “Pasta Medicinal Couto” depressa se torna no mais conhecido produto da empresa. O famoso spot de televisão deu grande visibilidade à marca que continua "na boca de toda a gente"! A Pasta Medicinal Couto contribuiu decisivamente para a mudança dos hábitos de higiene oral dos portugueses.
 
Resultado de imagem para novidades pasta couto
 
Em Novembro do ano de 1996, passou a sociedade anónima sob o título de Couto, SA. Em Janeiro de 2004 mudou para o complexo industrial da Utic em Vila Nova de Gaia, apostando num laboratório moderno, numa produção semi automática e na qualidade e controle dos seus produtos; desenvolvendo novos produtos próprios e para terceiros.
  

Actualmente utilizando um moderno laboratório, mantém-se fiel à tradição e à antiga receita, a pasta continua a ser produzida de forma semiartesanal, sem recurso a ingredientes de origem animal e sempre com o intuito de dar aos seus produtos a melhor qualidade, através de um rigoroso controle.

Resultado de imagem para novidades pasta couto

Para além da mítica pasta a empresa produz ainda “Vaselina Pura Couto”, o “Creme Desodorizante Couto”, a “Água Oxigenada Couto”, o “Petróleo Olex” e, claro, o histórico “Restaurador Olex”.

 

A imagem da pasta dentífrica Couto está a dar origem a outros produtos, como o creme hidratante e o sabonete

No ano passado a empresa resolveu lançar novos produtos, como o "Creme de Barbear", o “Creme de Mãos Couto”, o “Sabonete Couto”,  e o “Creme Hidratante Couto". e, no último Natal, ainda uma vela aromática e uma lata vintage.

 

Em março deste ano, sai também para o mercado uma linha de homem (after shave, óleo e champô para a barba) e, em junho, será lançado um conjunto de embalagens retro, pensado a partir da caixa de cor de laranja e do losango da pasta de dentes (colónia e gel de banho).

 

Outra das novidades previstas para este ano é a abertura de uma loja Couto na cidade do Porto.

 

Em 2017 foram vendidas cerca de 700 mil unidades de Pasta Dentífrica Couto, sendo a facturação total da empresa cerca de 900 mil euros. Actualmente trabalham na empresa 9 trabalhadores.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.