Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Produção Nacional Faz Bem

Apoiar a produção nacional nas diversas areas possibilita melhorar o nosso nível de vida, basta cada um de nós fazer a sua parte

Produção Nacional Faz Bem

Apoiar a produção nacional nas diversas areas possibilita melhorar o nosso nível de vida, basta cada um de nós fazer a sua parte

10.Dez.17

Dona dos Chocolates Regina espera um crescimento de 20% da faturação

novidades
    A Imperial, o maior produtor nacional de chocolates, vai alcançar vendas no valor de 34 milhões de euros este ano, é um recorde absoluto para a empresa nacional que detém marcas como a Regina, Pintarolas, Jubileu, Pantagruel e Allegro. Em relação a 2016, o crescimento das vendas corresponde a cerca de 20%.   A média de produção de chocolate é de 20 toneladas por dia e, por exemplo, no Natal aumentamos para uma média de 25 toneladas diárias”, segundo a Imperial. (...)
15.Out.17

Chocolates Portugueses: Os novos produtos da Imperial estão a chegar

novidades
A Imperial inaugurou recentemente uma nova fábrica para aumentar a capacidade produtiva da empresa e assim poder responder ao aumento do número de países para onde exporta os seus produtos. Este Natal vai aumentar o portefólio das suas marcas, apresentamos aqui em primeira mão a maioria das novidades que vão chegar muito em breve ao mercado.    Bingo Pintarolas Bota de Natal Jogo da Glória Lata dos Clássicos Regina Puzzle Chocolates Regina Construtor Regina    Pintarolas (...)
22.Set.17

Imperial celebra hoje 85 anos com abertura de nova fábrica!!!

novidades
A Imperial, a maior produtora nacional de chocolate, celebra o dia do 85º aniversário, inaugura uma nova fábrica com capacidade para 3 mil toneladas de chocolate/ano. A empresa prevê fechar o ano uma facturação de 34 milhões. Espera um crescimento de 40% até 2020. A nova fábrica de drageias, teve um investimento de seis milhões de euros. Um investimento com tecnologia de última geração à muito relevante para a empresa e sobretudo muito vocacionado para os mercados externos.